Faça o melhor uso do seu 13o salário.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Final de ano chegando, muitas expectativas e projetos não é mesmo?

Diminuir o ritmo, amigo secreto, confraternizações, festas, verão, praia, etc.

E então você começa a ficar ansioso para a chegada do décimo terceiro na conta, afinal ele será um bom reforço para suprir todas essas despesas.

E como todo mundo faz assim você acha que isso é natural e irá com a boiada toda.

Que tal fazer parte de uma minoria que consegue passar o ano sem dívidas, sem descontrole e recomeça o ano com disposição e contas em dia?

Estas pessoas desenvolvem o hábito do “Planejamento Financeiro” durante o ano todo e praticam um dos princípios mais poderosos da Educação Financeira: gastam menos do que ganham, poupam com regularmente, acumulam um dinheiro na poupança e à medida que esse valor aumenta diversificam, continuam valorizando seu dinheiro comprando com sabedoria, etc.

Talvez você ache isso impossível ou, muito provavelmente, que é coisa de avarento.

Curso Finanças Pessoais

Não, asseguro-lhe que pessoas que procuram mudar o seu modelo mental de uso do dinheiro, baseado em gastar antes de receber e uso recorrente de cartão de crédito e cheque especial normalmente dizem: “- Puxa! Se eu soubesse que é tão bom já teria feito antes!

Por onde começar?

Para começar basta ter atitude e decidir tomar as rédeas sua vida financeira. O único responsável pela nossa paz e sucesso financeiro somos nós mesmos. Ficar esperando milagres, aumento de salário, promoção, e um país mais equilibrado e justo é uma atitude de pessoas que ficam paradas no tempo, estagnadas e vendo a vida passar.

Após decidir-se pela mudança inicie uma “reorganização financeira”: anote todas as suas despesas mês a mês, até o final do ano e você ficará surpreso: gasta muito mais do que imagina.

Não se desespere, vamos para o próximo passo:

Mudança de hábitos:

O nosso bem (ou mal) estar financeiro está intimamente ligado aos nossos hábitos. Comprar sem pensar, deixar que a propaganda influencie suas decisões, aceitar palpite de todo mundo de como você deve gastar seu dinheiro são hábitos de pessoas que passam a vida toda reclamando e sonhando. Passe a refletir antes de usar seu dinheiro, sempre que puder espere mais um pouquinho (sempre é possível), consulte pessoas de confiança antes de tomar decisões financeiras e estabeleça que “poupar” é algo bom para o seu presente e para o seu futuro.

Faça planos:

Mas para que poupamos? Para diversas finalidades, por exemplo ter reserva financeira para imprevistos, colchão financeiro para decisões relevantes (mudar de emprego, empreender) e para realizar o mais importante – “sonhos”: ter conforto, viajar, conquistar a independência financeira.

Desfrute:

No começo vai dar algum trabalho mas assim como andar de bicicleta, em pouco tempo você aprenderá e dirá: “É mais fácil do que eu imaginava”.

E o décimo terceiro, o que faço com ele?

Ah, certamente você já entendeu a ideia, não use-o para gastar descontroladamente com a enxurrada de propagandas e estímulos que a mídia começará a veicular daqui para frente. Poupe pelo menos metade, a outra parte, sem problemas, use para aproveitar o momento mas faça-o com sabedoria e bom senso. Quando chegarmos em março, logo após o carnaval você estará totalmente bem, física, mental e financeiramente.

Grande abraço!

Faça o curso Oficina de Finanças Pessoais e aprenda a investir o seu 13o.

 

Quero conhecer!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *