Aprenda a Gerar Riqueza com a Educação Financeira

Aprenda a Gerar Riqueza com a Educação Financeira

Palestra Online Gratuita

Não enviamos SPAM!

Os seus hábitos são de ricos ou de pobres?

Os seus hábitos são de ricos ou de pobres?

Quero conversar com você um pouco de uma forma reflexiva.

Tem sido preocupante o número de pessoas desgastadas com suas vidas financeiras.

E não estamos falando apenas de pessoas com baixo nível financeiro ou educacional.

Em nossas consultorias atendemos empresários, profissionais liberais, executivos de alto escalão, pessoas muito inteligentes, com ótimas rendas, mas totalmente perdidas quando o assunto é “Organização Financeira”

Mas será que é tão difícil ficar rico?

Veja esta notícia: 

Você percebe a desproporção?

A diferença é abissal.

Mas será que os mais ricos são sortudos?

Ou será que eles já nasceram em berço de ouro?

Talvez você fique desapontado, mas dados oficiais comprovam que a maioria dos milionários construiu riqueza com trabalho.

E com respeito ao dinheiro.

É um mito que você só pode ficar rico com fórmulas milagrosas ou competências sobrenaturais.

Quando surgem esta notícia, é natural que  muita gente comece a relacionar o fato a fatores externos: a desigualdade social, questões educacionais, corrupção, desonestidade.

Mas na verdade, os ricos ficam mais ricos não ficam encontrando justificativas filosóficas para os seus problemas.

Eles simplesmente acordam bem cedo, procuram se aperfeiçoar, não tem medo de investir em conhecimento, e colocam em prática os princípios da educação financeira.

Com esses comportamentos, em um determinado momento não é preciso fazer mais esforço para aumentar a riqueza.

Seus recursos se multiplicam dia após dia.

Não se trata apenas de “dom” natural.

Do lado dos “mais pobres”, acontece um fenômeno parecido, em sentido contrário.

A tendência é que os pobres cada fiquem mais pobres a cada ano.

E são eles que cavam o próprio buraco.

Vamos lá, vou dar alguns exemplos:

  1. Os pobres adoram ter um montão de cartão de crédito na carteira
  2. Os pobres adoram dizer que dinheiro não traz felicidade (mas, e a falta de dinheiro, traz felicidade?)
  3. Os pobres adoram viver como ricos, gastando o dinheiro que não tem.
  4. Os pobres passam boa parte do tempo encontrando justificativas para a sua situação.

Vamos ser sinceros, ninguém se endivida comprando arroz e feijão.

As pessoas se endividam porque usam o crédito em excesso, compram roupas, relógios, celulares, carros, casas, além de suas possibilidades. E também além de suas necessidades.

Eu sei que todo mundo merece ter conforto e qualidade de vida.

Mas devemos  saber diferenciar “bem estar” de “ostentação”.

Desculpe, estou sendo sincero porque queremos o melhor para as pessoas.

Você nunca ouvirá de nós que você vai sair das dívidas se tiver pensamento positivo e “fé” em Deus.

Pensamento positivo e fé podem ajudar, mas se não fizer a lição de casa, você vai se frustrar.

O problema é que fomos criados em um modelo que diz que a única forma de ser feliz é sendo muito rico, tendo muito luxo.

Uma grande mentira.

Mas é preciso ter humildade para entender isso e mudar o meu comportamento.

Não adianta concordar comigo, dizendo:

– Julio, você está certo.

Se as as suas atitudes demonstrarem outros comportamentos.

Não terceirize a responsabilidade pelo seu insucesso financeiro.

Procure identificar os pontos onde está errando, busque orientação, invista em aprendizado, peça conselhos.

Os ricos não são mais inteligentes.

Mas certamente são os que tem atitude.

 

Grande abraço!

 

Julio Santos

Tags: | | | |

[wwpcaptureend]

About the Author

Julio Santos
Julio Santos

Julio Santos, Educador Financeiro, autor dos livros Educação Financeira para Pais e Filhos, Os 7 Hábitos para o Sucesso Financeiro, Harmonia Financeira para Casais e Princípios Bíblicos da Educação Financeira.

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

+ +