Cadastre-se para receber conteúdos exclusivos para o seu Sucesso Financeiro

Não enviamos SPAM!

Reflexões sobre bem estar financeiro presentes na Bíblia Sagrada.

Reflexões sobre bem estar financeiro presentes na Bíblia Sagrada.

Existem diversos livros sobre finanças e enriquecimento disponíveis no mercado. Podemos citar alguns dos mais famosos:

 

“Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki;

“Quem Pensa Enriquece”, de Napoleon Hill;

“Os Segredos da Mente Milionária”. de T. Harv Eker

 

Estes livros são vendidos aos milhões pelo mundo afora e tem enriquecido muito mais os seus autores do que os seus leitores. Por que isso?

 

Se você observar, perceberá que os títulos destes livros ( e a maioria dos outros que falam sobre o assunto) enfatizam especialmente as palavras “riqueza” e “enriquecimento”. É o que todo mundo quer, em qualquer lugar que você vá encontrará pessoas sonhando com este enriquecimento.

 

E muitas delas ficam a vida toda correndo atrás do dinheiro e nunca conseguem realizar o sonho da independência financeira. Ou quando conseguem notam que estavam enganadas, chegam a conclusão que, em muitas vezes, ter muito dinheiro traz mais problemas do que soluções.

 

A verdade é que, o caminho para nossa felicidade financeira não está no quanto possuímos mas no como usamos o que possuímos. E o que nos ensina o livro mais completo e abrangente de Educação Financeira já escrito: a Bíblia Sagrada.

 

Este livro, aliás o mais completo para nos desenvolver em todas as áreas de nossas vidas, aborda diversos praticamente todos os temas relacionados a finanças, dentre eles dívidas, investimentos, caráter, sustentabilidade, planejamento, etc.

 

Um dos personagens bíblicos que mais nos ensinam sobre “dinheiro” é Salomão, filho do rei Davi e seu sucessor. Quando Deus aparece a ele em sonho dizendo-lhe que poderia pedir o que quisesse, Salomão demonstra que dinheiro não deve ser um fim em nossas vidas, e sim um meio.

 

Não podemos ser hipócritas em imaginar que muitas outras pessoas, no lugar do Salomão, não hesitariam em pedir riqueza material, mas na sua simplicidade juvenil pediu a Deus simplesmente sabedoria pois sabia que teria grande responsabilidade na condução de um grande reino. E Deus, não só atendeu o seu desejo mas disse-lhe que, além de sabedoria também teria muitas riquezas (2 Crônicas, capítulo 1:7-12).

 

O próprio Salomão cometeu equívocos sobre dinheiro e aprendeu muitas lições, tanto é que, mais adiante, no fim de sua vida, afirma no seu livro, Eclesiastes, capítulo 5:10: “Quem ama o dinheiro nunca se fartará de dinheiro”.

 

Aliás, muito atual essa colocação, basta olharmos um pouco para essa legião de corruptos que não se cansam de roubar nosso país e nosso povo.

 

A Bíblia fala também sobre dívidas, um dos maiores problemas de nossa sociedade. Muitas pessoas adoram repetir frases feitas que são passadas de pai para filho e não pensam no poder que elas exercem em suas mentes e vidas. Eu mesmo, por exemplo, cresci ouvindo a frase “quem não tem dívida não tem nada!” e durante anos acreditei que era uma verdade.

 

Porém com o passar do tempo descobri o quão maléfica esta frase é em nossas vidas pois as dívidas escravizam e, na maioria dos casos, não nos permitem progredir. Essa escravidão das dívidas também é citada na Bíblia Sagrada, Provérbios 22:7 – “O rico domina sobre os pobres, e o que toma emprestado fica escravo do que empresta”.

 

A Bíblia fala também de algo muito simples para que tenhamos paz em todas as áreas, inclusive na financeira: o hábito de “planejar”, ou seja, programar nossos objetivos. Lá em Lucas 14:28 lemos:

 

“ Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com o que acabar?”

 

Totalmente o contrário do que a sociedade materialista prega, desenvolvendo desejos de consumo que são realizados sem planejamento financeiro, baseados no uso excessivo do crédito.

 

Poderíamos ficar horas falando sobre esse tema, mas para concluir quero falar da importância de compartilhar parte do que temos. Acumular, acumular, acumular pode se tornar algo doentio e a melhor forma de ter, além do conforto material paz de espírito e sentimento de realização é desenvolver o dom de dividir com o próximo, e sobre esse assunto temos diversas passagens bíblicas:

 

Provérbios 10:24 – “A alma generosa engordará, e o que regar também será regado”, uma clara alusão de que Deus abençoa quem sabe dividir o que tem, especialmente com os mais necessitados:

 

E há um prazer imenso quando sentimos que somos abençoados por Deus e ao mesmo tempo podemos dividir com o próximo. É o que diz em Atos 20:35 – “Mais bem aventurada  coisa é dar do que receber”.

 

Poderíamos ficar horas falando das inúmeras lições que a Bíblia nos ensina sobre dinheiro, enriquecimento e bem estar. Mas isso deve ser feito aos poucos, dia a dia, para que você acesse este conhecimento, pratique-o e deguste-o. Portanto, peço que adquira o hábito de ler a Bíblia como fonte de sabedoria para todas as áreas de sua vida. Certamente você verá que ela é o melhor remédio para nossa saúde financeira que podemos ter.

Você também pode aprender especificamente sobre finanças na Bíblia lendo o livro Princípios Bíblicos da Educação Financeira.

 

Tags: | | | |

Antes de continuar, deixe seu e-mail

e receba informações exclusivas para potencializar sua vida financeira!

Não enviamos SPAM!

About the Author

Julio Santos
Julio Santos

Julio Santos, Educador Financeiro, autor dos livros Educação Financeira para Pais e Filhos, Os 7 Hábitos para o Sucesso Financeiro, Harmonia Financeira para Casais e Princípios Bíblicos da Educação Financeira.

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *