Pratique Estas 7 Atitudes e Deixe De Ser Pobre

Tempo de leitura: 9 minutos

Todos os anos lemos notícias que afirmam que poucos ricos tem mais dinheiro do que praticamente todo o restante da população mundial.

Com tanta modernidade e oportunidade, há também fatores que podem limitar nossa capacidade de sair da pobreza.

Eu atuo como Consultor Financeiro há mais de 10 anos e  não concordo que só é pobre quem quer. 

Muitas pessoas não conseguem sair da pobreza por limitações educacionais, falta de oportunidade, manipulação de terceiros, etc.

Há também o problema das “convicções religiosas” e crenças distorcidas sobre dinheiro e riqueza.

Tem quem acredite que ser pobre é destino, não é possível mudar esta situação.

Mas eu posso te afirmar que qualquer pessoa, independente de sua religião ou nível intelectual ou social, pode, sair da pobreza.

O termo “pobreza” que emprego aqui tem uma definição específica. 

Não estou me referindo àquelas pessoas que estão abaixo da linha da pobreza e praticamente sobrevivem de esmolas, doações e ajuda de instituições sociais.

Para que fique bem clara minha mensagem, vamos fazer uma breve definição de pobreza sob nosso ponto de vista:

  1. Pessoas que trabalham o tempo todo para pagar contas;
  2. Pessoas que não tem tempo para si e para a família porque precisam trabalhar muito para pagar contas;
  3. Pessoas que trabalham muito, mas não conseguem guardar um centavo do que ganham
  4. Pessoas que ficam desesperadas diante da possiblidade de perder sua fonte de renda
  5. Pessoas que estão profundamente infelizes apesar de ter um trabalho e uma fonte de renda.
  6. Pessoas que terão que continuar trabalhando quando se aposentarem
  7. Pessoas que vivem dependendo de governo, instituição filantrópica e parentes para sobreviver

Você percebe que as características acima abrangem uma multidão de pessoas que vivem insatisfeitas com suas vidas financeiras.

As pessoas não precisam ficar ricas. Sair da pobreza já é um grande passo. Depois deste passo fica mais fácil caminhar para a riqueza.

E não é tão difícil assim quanto parece. Aliás, muitos ricos começaram do zero, também tinha recursos muito limitados.

O que vou te falar aqui foi aplicado em primeiro lugar na minha vida, depois estudei, criei métodos, escrevi livros e hoje fico muito feliz de ver muitas pessoas saírem da pobreza.

Quero te apresentar aqui alguns passos que – tenho certeza – você também pode trilhar – para sair da pobreza.

1. Pare de viver para os outros

Um dos maiores problemas da sociedade do consumo é o hábito (péssimo, por sinal) de se comparar com o outro.

Você já ouviu aquela expressão:

“A grama do vizinho é mais verde que a minha!”

Existem uma outra frase que diz:

“As pessoas compram: o que não precisam, com o dinheiro que não tem, para impressionar os outros, inclusive aqueles que sequer tem alguma intimidade”

Você é um ser humano único e tem muitas competências e habilidades.

E para com isso de se achar mais feio, menos simpático, menos sociável que o próximo.

Escolha seus relacionamentos, tenha personalidade e seja que você é, nem mais nem menos.

Você vive preocupado com pessoas que te medem da cabeça aos pés com olhar de julgamento?

Para com isso.

Somente esta atitude vai melhorar sua autoestima (sim, as pessoas muitas pessoas, com seus olhares, acabam minando nossa autovalorização) e também já vai melhorar sua saúde financeira pois você parou de comprar roupas, ir a restaurantes, etc, só para ser aceito pela sociedade.

2. Valorize cada centavo que ganha

Um dos maiores erros que encontro é confundir educação financeira com avareza. Avareza é uma doença e deve ser tratada. Mas ela não tem nada a ver com “respeito ao dinheiro”.

E com essa desculpa de quem tem educação financeira é avarento o indivíduo gasta tudo e mais um pouco.

Em uma consultoria para uma empresa o dono da corporação me disse:

– Tenho funcionários aqui que recebem seu salário no dia 5 e no dia 6 já está pedindo vale.

Isso é o que eu chamo de irresponsabilidade financeira.

Grave isso:

“Dinheiro e um recurso escasso. Por mais que você ganhe ou tenha, ele tem fim”

Tem muito milionário por aí vivendo muito bem porque simplesmente respeita seu dinheiro e cuida de multiplicá-lo a cada dia sem grande “estardalhaço”.

3. Gaste, mas antes de gastar, poupe.

O dinheiro é para gastar. Mas pelo amor de Deus, não gaste antes de iniciar sua reserva financeira.

A pressão da sociedade (bancos, governos, amigos, e muitas vezes cônjuge, filhos e pais) é que você gaste mesmo pois você merece.

Sim, você merece, mas não é nada sacrificante guardar um pouquinho todo mês, antes de sair no final de semana para gastar com a galera.

Guardar dinheiro não é nada sacrificante, muito menos impossível.

É apenas um hábito que você desenvolve.

Exige esforço? Sim.

Assim como querer perder peso, passar no vestibular, etc.

O segredo está em focar nos benefícios que este novo hábito vai proporcionar a você.

Quando poupamos descobrimos que temos condições de viver com menos do que ganhamos.

Ao ver o dinheiro se acumulando sentimos mais segurança pois entendemos o valor de ter reserva financeira.

Com reserva financeira somos mais produtivos e criativos em nossas atividades. Sendo mais produtivos e criativos fazemos melhor nossas atividades e ganhamos com isso.

4. Invista em desenvolvimento pessoal e profissional

Existem dois ditados que você certamente já ouviu falar.

O primeiro é:

“Quem vive parado é poste!”

O segundo, um pouco mais forte:

“Para evoluir é preciso tirar a b* da cadeira”

Infelizmente há quem quer sair da pobreza sem mover um dedo.

Quer que tudo caia do céu (milagre de Deus) ou que a sorte bata à sua porta (ganhar na loteria).

Aí fica difícil.

Você não precisa ser um superdotado, um gênio, um super-empreendedor.

Também não significa fazer um monte de “faculdades” e cursos de pós-graduação.

Você deve investir em autoconhecimento e também em Educação Financeira. Seja em um curso ou em uma consultoria financeira, esse é um ótimo investimento.

Com educação financeira você tem o equilíbrio emocional e intelectual para tomar as decisões mais adequadas.

Julio Santos Consultor Financeiro
Aument o lucro da sua empresa em aprenas 6 semanas!

5. Seja perseverante

Um problema muito comum é as pessoas quererem soluções mágicas e imediatas, do tipo, gênio da lâmpada.

Desculpe, seja você é dessas pessoas, então pode parar por aqui.

Você tem que estabelecer como proposito “sair da pobreza”.

Haverá dificuldades, principalmente no início, o diabo vai soprar no seu ouvido que você não vai conseguir, etc.

Talvez até as pessoas que você ama dirão palavras desanimadoras. Mas o seu objetivo não é o objetivo delas.

Proteja os seus objetivos, lide com as adversidades.

Seja protagonista da sua vida.

Perseverança é uma atitude que se aprende praticando. Você pode até ter recaídas mas retome de onde parou, continue e você vai se surpreender com o quanto pode fazer.

6. Tenha disciplina

Ao lado da perseverança você precisa se organizar para não perder o foco.

E a base para estar “focado” em sua transformação financeira é “disciplina”.

Somos bombardeados com centenas de estímulos diários que nos fazem deixar de fazer as coisas que temos que fazer.

Deixamos de controlar as finanças porque surgiu um curso novo e ele é a nova solução.

Esquecemos de nossas metas porque surgiu um imprevisto e gastei mais do que tinha programado.

Situações inesperadas acontecem.

Mas “faça chuva, faça sol”, para enriquecer você precisa ser disciplinado em suas atitudes e comportamentos.

Prefira ter pequenos avanços com base na sua disciplina do que grandes evoluções a partir das fórmulas milagrosas que se apresentam por aí.

A solução está dentro de você.

7. Aprenda a lidar com a falta de apoio das pessoas, especialmente daquelas que você ama.

Para encontrar defeito e criticar sempre há um batalhão nos esperando.

Mas para dizer vá em frente, eu confio em você, não é tão fácil.

Mesmo as pessoas que nos amam acabam jogando verdadeiras duchas de água fria em nossas cabeças.

E muitas vezes com apenas uma frase desanimadora nos fazem desistir.

Você não veio ao mundo para ser pobre, para viver para pagar contas, para ser escravo do trabalho.

Você não precisa ter mansões e iates, mas pode ter uma vida digna.

Só o fato de aprender a viver sem dívidas já é uma grande vitória.

Em seguida você constrói sua reserva financeira, e depois começa a investir para seus sonhos.

Assim como viver duro é desanimador, estar com as finanças em ordem e em crescimento, é muito estimulante e motivador.

Praticando estas sete orientações que estou te passando, você vai conquistar sua paz financeira em muito menos tempo que se programou.

Conclusão:

Você percebeu que para sair da pobreza você precisa focar mais em suas atitudes.

Não é uma questão de quanto se ganha mas como se gasta e administra o que você ganha.

Você pode acelerar a sua construção de riqueza fazendo o curso “Geração de Riqueza”.

Este curso foi desenvolvido a partir da minha experiência pessoal com a educação financeira e foi aperfeiçoado durante centenas de consultorias financeiras individuais, para casais e famílias que fiz nos últimos doze anos.

Você vai ter acesso uma metodologia que aborda três elementos básicos para construção de riqueza:

1. Gestão de dívidas:

Você vai aprender a eliminar dívidas sem perder qualidade de vida, vai identificar os principais erros que limitam seu sucesso financeiro e com isso já vai ter mais qualidade de vida e mais dinheiro o bolso;

2. Organização e planejamento financeiro:

em seguida você vai aprender os principais conceitos de educação financeira, as ferramentas práticas de organização financeira e conseguirá fazer o seu dinheiro render muito mais.

Nessa fase sua motivação vai aumentar e a cada dia você vai querer aplicar os conceitos que aprenderá no curso;

3. Investimentos:

Agora sim você vai estar preparado para “multiplicar” o seu dinheiro, construindo patrimônio e gerando riqueza.

Nesse módulo você aprenderá o que é mais importante sobre investimentos para nunca ser enganado por oportunistas do mercado financeiro.

Vai aprender também como investir sem precisar ser um “especialista no mercado financeiro”

Para conhecer o curso acesse este link: CURSO GERAÇÃO DE RIQUEZA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *